O Portal de notícias da Região

Chuvas recarregam açudes e Cagepa muda racionamento no Brejo

Solânea, Bananeiras, Belém, Caiçara, Logradouro e os distritos de Rua Nova e Cachoeirinha Braga vão receber água em mais dias da s

As chuvas que atingiram a região do Brejo paraibano nos últimos dias foram suficientes para dar recarga em alguns açudes e aliviar o racionamento de água que afetava os municípios de Solânea, Bananeiras, Belém, Caiçara, Logradouro e os distritos de Rua Nova e Cachoeirinha Braga.

Um dos mananciais que voltaram a ter água foi o de Lagoa do Matias, que fica em Bananeiras. Em 28 de junho, a barragem tinha armazenados 664,6 mil metros cúbicos (m³). Até essa quinta (1º), foram registrados 1,2 milhão de m³, quase o dobro do anterior, e com isso o açude sangrou. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa).

Com essa recarga, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) modificou o racionamento nas cidades de Belém, Caiçara, Logradouro e nos distritos de Rua Nova e Cachoeirinha Braga. Antes, esses locais recebiam água por 15 dias e depois ficavam outros 15 dias sem abastecimento. Agora, o período foi diminuído para 10 dias de água e cinco sem.

Outro manancial que vem ganhando mais água é o de Canafístula II, que fica em Borborema. Além da chuva, o açude vem recebendo mais água desde que uma ação da Aesa e do Ministério Público da Paraíba (MPPB) destruiu barreiros clandestinos que impediam a água de chegar à barragem.

O resultado é que a água vem recarregando o açude cada vez mais rápido. No dia 20 de julho ele contava com 261,7 mil m³, do total de 4,1 milhões de m³ que pode armazenar. Nesta quinta, a Aesa contabiliza 765.339 mil m³, um aumento de 192% em 12 dias.

Com a melhora da situação, a Cagepa diminuiu o racionamento em Solânea e Bananeiras e as cidades estão recebendo água entre as 7h das segundas até as 7h das sextas. Segundo a assessoria de comunicação da Cagepa no Brejo, caso Canafístula continue a receber mais água nos próximos dias, o racionamento poderá ser suspenso.

Outros açudes

Ainda conforme a Aesa, dos 132 açudes monitorados pelo órgão sete estão sangrando, 67 estão com capacidade considerada normal (acima de 20%), 35 estão em observação (entre 19% e 6% capacidade) e 23 estão em situação crítica (abaixo dos 5%). A lista completa da situação dos açudes pode ser conferida aqui.

 
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Chuvas recarregam açudes e Cagepa muda racionamento no Brejo

As chuvas que atingiram a região do Brejo paraibano nos últimos dias foram suficientes para dar recarga em alguns açudes e aliviar o racionamento de água que afetava os municípios de Solânea, Bananeiras, Belém, Caiçara, Logradouro e os distritos de Rua Nova e Cachoeirinha Braga.

Um dos mananciais que voltaram a ter água foi o de Lagoa do Matias, que fica em Bananeiras. Em 28 de junho, a barragem tinha armazenados 664,6 mil metros cúbicos (m³). Até essa quinta (1º), foram registrados 1,2 milhão de m³, quase o dobro do anterior, e com isso o açude sangrou. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa).

Com essa recarga, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) modificou o racionamento nas cidades de Belém, Caiçara, Logradouro e nos distritos de Rua Nova e Cachoeirinha Braga. Antes, esses locais recebiam água por 15 dias e depois ficavam outros 15 dias sem abastecimento. Agora, o período foi diminuído para 10 dias de água e cinco sem.

Outro manancial que vem ganhando mais água é o de Canafístula II, que fica em Borborema. Além da chuva, o açude vem recebendo mais água desde que uma ação da Aesa e do Ministério Público da Paraíba (MPPB) destruiu barreiros clandestinos que impediam a água de chegar à barragem.

O resultado é que a água vem recarregando o açude cada vez mais rápido. No dia 20 de julho ele contava com 261,7 mil m³, do total de 4,1 milhões de m³ que pode armazenar. Nesta quinta, a Aesa contabiliza 765.339 mil m³, um aumento de 192% em 12 dias.

Com a melhora da situação, a Cagepa diminuiu o racionamento em Solânea e Bananeiras e as cidades estão recebendo água entre as 7h das segundas até as 7h das sextas. Segundo a assessoria de comunicação da Cagepa no Brejo, caso Canafístula continue a receber mais água nos próximos dias, o racionamento poderá ser suspenso.

Outros açudes

Ainda conforme a Aesa, dos 132 açudes monitorados pelo órgão sete estão sangrando, 67 estão com capacidade considerada normal (acima de 20%), 35 estão em observação (entre 19% e 6% capacidade) e 23 estão em situação crítica (abaixo dos 5%). A lista completa da situação dos açudes pode ser conferida aqui.

 

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )